Um ano

um ano by you.

nova violeta by you.

Passei o dia a pensar na noite de há um ano. E em como é maravilhoso que ela exista.

Fiz-lhe uma boneca, para comemorar. A Violeta baptizou-a assim que a viu. - É uma Violeta. Tem o cabelo cor-de-rosa como eu. Embora bastante mais discreto, acredite-se. Violeta ficou.

A L. não gostou dos olhos fechados. – Está a dormir, disse eu. - Está bem. Mas quando fizeres a minha faz os olhos abertos, sim? Eu registei o pedido implícito.

W.I.P.

w.i.p. by you.

a minha primeira enciclopédia by you.

Há prendas a caminho. E tão pouco tempo para as acabar.

- – -

Encontrei os números 2 e 3 desta enciclopédia aqui. O número 1 eu tinha desde pequena. Tem ilustrações lindíssimas que me trazem muitas recordações de infância. Agora está completa.

A MINHA PRIMEIRA ENCICLOPÉDIA
Herbert Pothorn
Editorial Verbo, 1967

Do Outono

almotolia by you.

conservas by you.

suribachi by you.

Já reconciliada com o facto de o Verão ter acabado, agarro-me às vantagens do Outono. Tudo a postos para as conservas que há um ano, grávida de nove meses, não me apeteceu fazer. Marmelada, chutney de maçã e de melão, doce de abóbora e de tomate – são estes os planos. Todas as receitas são deste clássico e já foram experimentadas, devoradas e aprovadas noutros Outonos. Entretanto, dou uso ao meu suribachi para moer as sementes de sésamo que acrescento quase todos os dias aos jantares da R.

K.I.S.S. *

c. by you.

bach by you.

arco-iris by you.

Coisas simples e boas:

. Olhar para a minha afilhada C. que às vezes parece saída de uma pintura.

. Ouvir tocar violino à sobremesa de um almoço improvisado de sábado. A casa dos amigos é uma coisa muito boa.

. Uma chuvada repentina que muda a luz do jardim e acaba neste arco-íris.

. Ir ao cinema três vezes no mesmo dia. Viva o doclisboa!

* Keep It Simple Stupid

Rapazes

capacete by you.

violeta by you.

Prenda para um amigo da L. que fez seis anos: um capacete das obras comprado por 2,75 euros. Normalmente sou eu que faço as prendas que a L. oferece nas festas de anos a que vai. Ou então oferecemos livros. Desta vez não havia orçamento para livros e não consegui pensar em nada homemade para um rapaz (esse bicho esquisito a que estou pouco habituada já que o único exemplar mais próximo tem menos de um ano e portanto ainda está arrumado na categoria dos bebés). Andei três dias a puxar pela cabeça até que, já no dia da festa, dei de caras com um monte destes capacetes na loja de ferragens aqui da zona. São adaptáveis a qualquer tamanho de cabeça e têm o encanto de ser um objecto dos adultos, coisa que fascina sempre as crianças. Ela adorou oferecê-lo.

Mantas e almofadas

mantas e almofadas by you.

origens by you.

Inspirada nas mantas das alcofas de bonecas fiz duas para bebés a sério. Uma é mesmo uma réplica aumentada desta. A outra tem um tecido de que gosto tanto que sempre tive dificuldade em me decidir a usá-lo. São as duas em tweed e seguem a já tradição cá de casa de ter mantas e mantinhas para todas as situações. As deste tamanho tenho usado na alcofa, no carrinho de passeio e na cadeirinha do carro. Passo o Inverno com uma na mala, várias espalhadas por outros sítios e muitas vezes uma nas mãos a ser tricotada.

As almofadas servem para manter o bebé deitado de lado na alcofa ou para apoiar a cabeça quando adormece no carrinho ou na cadeirinha do carro. Na minha mala, que tem algumas semelhanças com a da Mary Poppins, também costuma haver uma. Cá por casa deve haver umas quinze porque um dia resolvi fazer um monte delas para as bonecas da L. Até hoje deve ter sido o brinquedo mais usado por ela. Há sempre verdadeiras camaratas de bonecas espalhadas por todo o lado.

As duas mantas, com as respectivas almofadas, estão aqui.

Des cheveux très amusants

des cheveux très amusants by you.

violeta by you.

No último fim-de-semana a L. teve de fazer um trabalho de casa para a escola que consistia em fazer um desenho de alguém da família e explicar o que torna essa pessoa especial aos seus olhos. Escolheu sem hesitar a irmã. E porque é que ela é especial? – perguntei eu. Porque tem um cabelo muito divertido – respondeu ela. E tem toda a razão.

Onze meses

onze meses by you.

no azul by you.

Gatinha pela casa toda e entrou na idade do perigo iminente – mexer nas tomadas, agarrar-se a estantes, subir degraus ou tocar na porta do forno são as actividades mais desejadas. Adaptou-se à creche sem qualquer resistência e de lá já traz as gracinhas da praxe – bate palmas e dá beijinhos. Diz mãe, pai e olá, exactamente as mesmas três primeiras palavras que a irmã aprendeu. Está tão crescido o meu bebé.

- – -

Novas camadas de tinta nas portas mais azuis de Lisboa. Em Agosto esta estava assim.

Yes we can

yes we can by you.

Dar de caras com Barack Obama em plena Lisboa, capital de Portugal, país europeu a muitos milhares de quilómetros dos Estados Unidos, ilustra bem a sensação que eu tenho de que me devia ser permitido votar nas próximas eleições americanas. Eu adorava poder votar nestas eleições. E se estivesse grávida usaria certamente uma t-shirt igual a esta.