Pensar

queijo suíço by you.

árvore by you.

Estes dois posts da Rosa e os respectivos comentários têm-me dado tanto em que pensar que me sinto em stand-by no que ao blog diz respeito (mas só por um bocadinho). 

E, no entanto, a Primavera começa hoje.

Anúncios

7 thoughts on “Pensar

  1. Haja, de facto, equilíbrio! Até porque o uso excessivo do sling poderá ter um impacto negativo no processo de autonomização da criança, que se vê demasiado protegida pelas “garras” da sua progenitora.

    Parabéns pelas fotografias e pelos posts, sempre extremamente bem escritos. :)

  2. nada a ver…o teu blog e a discussão dos posts em causa, mesmo nada a ver!
    gosto de passar por aqui, as fotos são muito bonitas e saio quase sempre com um sorriso nos lábios. parabéns:)

  3. OLá e Bom começo de Primavera!

    Também quando li o teu post pensei, mas porquê?
    As pessoas (felizmente) têm o direito de se expressar e foi isso que aconteceu, não?

    Mas ainda bem que não é nada de tão dramático! :) Pensar é bom, e às vezes precisamos de tempo e espaço, espero que encontres isso.

  4. obrigada.
    peço desculpa, expliquei-me mal e soei demasiado dramática. o blog não vai acabar, longe disso. o prazer que ele me tem dado não é coisa com que se acabe assim. estou só a pensar cá com os meus botões durante um bocadinho. :)

  5. e começou da melhor maneira, a primavera!
    este blog é muito tranquilo, será para mim uma pena se for interrompido. não será essa minha pena a interromper a interrupção, claro :-), fica apenas a sua expressão.
    quanto ao post, deu uma grandediscussão, como dão todos os acerca de opções. para mim é claro que há vidas muito diferentes e como tal não há uma fórmula universal de as viver. carrinhos, sling, carne, automóveis, brinquedos de plástico, roupa feita em casa ou comprada na zara, creche. nunca agradaremos a todos nem agradaremos sempre aos nossos. muita ansiedade ou fundamentalismo nestas questões é mais contraproducente do que transportar as crianças no automóvel ou nos carrinhos de rua sem contacto físico. erraremos sempre um pouco.e teremos sempre que nos perdoar essas impefeições.

    desculpa o post longo, a polémica nem foi aqui.

    viva o equilíbrio!

  6. As tuas fotografias, as tuas palavras transmitem paz, ambientes clean que nos ajudam a tranquilizar a mente. É isso o que vejo aqui e me faz bem. Tudo o resto me parece ruído. A fotografia dessa menina transmite esperança num mundo a azul e rosa. Que bom.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s