Roupa lavada

bolas e molas by you.

... by you.

Ora então, a pedido de muitas famílias, aqui vai a explicação de como lavo a roupa sem ter máquina. Muito simples: uma vez por semana encho a banheira de roupa que ponho de molho com detergente em pó. Normalmente há muito poucas coisas que precisem de ser esfregadas. Passo por água e estendo. As roupas maiores — lençóis, toalhas, etc. — enfio num saco e levo para a máquina da minha mãe que entretanto se tornou numa super cool máquina de lavar roupa comunitária. Se há uns anos eu achava que ter uma máquina de lavar em casa era sinónimo de independência e autonomia, agora agrada-me a ideia de rentabilizar os recursos familiares. E como a minha mãe, pelos vistos, pensa o mesmo…

Espero que fique claro que não estou a fazer a apologia do regresso às cavernas. E que adoro novas tecnologias e o conforto que nos podem trazer. Simplesmente, neste momento da minha vida, prefiro mil vezes ter uma cozinha simpática com espaço para uma mesa e cadeiras (esses, sim, objectos vitais cá em casa) a ficar sem espaço para nada. E, entretanto, tem sido uma bela surpresa descobrir, passados três meses a experimentar, que se pode viver muito bem sem uma máquina debaixo do nosso tecto, coisa que eu achava impossível há pouco tempo atrás.

7 thoughts on “Roupa lavada

  1. AAAH… agora entendo… realmente a da roupa estava-me a intrigar. Cool é o seu conceito de vida! Parabéns outra vez.

  2. Obrigada pela explicação, Inês. Eu não posso pôr roupa a secar ao sol aqui porque chove sempre! Lavo as peças delicadas à mão, se bem que ainda não descobri o detergente ideal, daqueles que lembram “casa” (home).
    Zélia, disso tenho uma inveja saudável, que saudades de sol… :-)

  3. olá!!

    também não tenho máquina :) e também é a minha mãe que me trata da roupa mais graúda! lavo sempre a roupa do dia a dia à mão, mesmo em casa da minha mãe tudo o que se pode se lava à mão!

  4. Eu sempre lavei as roupas delicadas à mão e no Verão uma boa parte da roupa é também lavada manualmente. Sabe tão bem sentir o cheirinho do sabão Clarim ou do sabonete de coco enquanto se lava a roupa e depois no fim de enxuta quando a estamos a passar a ferro:-)
    Inês

  5. Estou absolutamente esmagada com essa eficiência… espectacular! Nos tb secamos a roupa ao sol, embora a nossa maquina seque. mas lavar a roupa não sei se teria essa capacidade de organização…espaço para mesa e cadeiras tb me parece essencial!

  6. :)
    pois se eu te dissesse que lavo a roupa em casa, ok, na máquina, mas me desloco 10 quilometros para a secar no quintal da minha mãe??? é isso ou comprar uma maquina de secar, o que não me agrada nada… e assim, seco a roupa ao sol:D

  7. essas tuas fotografias sao tao bonitas que ate valiam assim, so por si, mas acho piada a como contas as tuas aventuras com a lavagem da roupa : E que bom que e estender a roupa, e um dos meus pequenos prazeres em lisboa, tenho um estendal nas traseiras e como ha sempre muito vento, seca tudo num instante e la vou perdendo umas roupas tambem ;-) e enquanto estendo, quantas coisa se passam naquelas traseiras, ah Lisboa e uma delicia !

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s