1 thought on “

  1. e vem o outono e me vem a mente esse laureado poeta português…Eugénio de Andrade

    Se deste outono uma folha,
    apenas uma, se desprendesse
    da sua cabeleira ruiva,
    sonolenta,
    e sobre ela a mão
    com o azul do ar escrevesse
    um nome, somente um nome,
    seria o mais aéreo
    de quantos tem a terra,
    a terra quente e tão avara
    de alegria.

    e.. bela foto Ines, a natureza se despe e se renova e a crianças em algodão, logo logo em lãs…
    uma excelente noite
    S.O.
    Rio

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s