De volta

De regresso e quase a partir outra vez (ainda alguém faz um mês de férias de seguida?).
A manta de retalhos está pronta! Fui ver nos arquivos do blog quanto tempo demorei a fazê-la. Dois meses e meio. Depois de uns milhares de pontos feitos à mão em horas de namoro com os tecidos, o inevitável aconteceu – apaixonei-me por ela. Apetece-me fazer mantas destas para todas as camas da casa. Estou tão orgulhosa que passei uma tarde inteira a fotografá-la nos lindos cenários do Alentejo, com e sem modelo. E mais aqui, aqui e aqui.
Desafio de Verão: voltar aos desenhos, mesmo que pequeninos.

Na escola

A nossa cadela (cheia de cabelo como o resto da família) puxada pela trela pela L. que vai agarrada ao carrinho da R. que eu empurro (eu com o meu eterno rabo-de-cavalo), com o P. todo contente ao lado. Nós, sem tirar nem pôr.

Flor de pimento

Oh mãe, posso ficar com este pimento?

No desenho de ontem adoro a flor e os sapatos de salto alto.

– – –

Descobri numa caixa quatro saias que sobraram de um lote de coisas feitas por mim que estiveram à venda há um ano numa loja que entretanto fechou. São todas diferentes mas todas com riscas. Eu não resisto a riscas. A L. adoptou-as a todas.